quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

Servas Como Dorcas - Atos 9.36-43 (1º/02/2007).


Dorcas era uma costureira da cidade de Jope. Ela servia a Deus e à Igreja com seus talentos de costureira. Precisamos aprender a servir como Dorcas. Como isso é possível? Seguindo o seu exemplo em pelo menos três atitudes:

DORCAS ERA DISCÍPULA DE CRISTO (v.36). Um discípulo é um aprendiz, um seguidor. Aquele que procura fazer o que aprendeu de seu professor, tal qual ele faz. Assim como Cristo cuidava das pessoas mais carentes, Dorcas procurava cuidar também. Ser discípulas de Cristo é tomar a decisão de viver como Cristo deseja e fazer o mais parecido possível como ele fazia.

DORCAS ERA NOTÁVEL EM SEU TESTEMUNHO CRISTÃO (v.36). Notável é aquela pessoa que se destaca não por buscar o destaque, o sucesso, mas simplesmente em função da gratidão daqueles ou daquelas a quem serviu. O que faz uma pessoa ser notável não é o que ela faz por si mesmo, mas como as outras pessoas reagem ao que ela fez. Romanos 12.10 diz que devemos tratar os irmãos em Cristo com honra. O Salmo 16.3 diz que os santos são notáveis e neles podemos e devemos encontrar 100% de nosso prazer (alegria). Ao mostrarem o fruto do trabalho de Dorcas a Pedro com lágrimas, as irmãs de Jope mostraram todo o carinho, respeito, apreço e amor que tinham por ela. Por isso ela era notável, porque o seu serviço e a sua presença faziam muita falta à igreja daquela região.
Dorcas responde para nós de forma muito simples e surpreendente a pergunta: “Como podemos servir? Podemos servir com tudo aquilo que sabemos fazer ou podemos aprender a fazer para trazer conforto e auxílio às pessoas, aos irmãos. Essas são lições que são sempre ensinadas em nossas “oficinas Dorcas” em todas as nossas igrejas. Servir alguém é algo simples quando o coração é cheio do mesmo amor que move o coração de Deus.

DORCAS SERVIA A QUEM MAIS PRECISAVA (v.39). Quem se preocuparia em cuidar das viúvas agora que Dorcas não estaria mais por perto? Quem vai ajudar? É uma pergunta que todos devemos fazer a nós mesmos a fim de suprir as necessidades das igrejas e seus membros carentes. Se eu não fizer, quem vai fazer? Muitos dizem: “Eu que não”, todavia, como Isaías, Dorcas havia dito para Deus: “_Eis-me aqui”.

Dorcas contribuiu com uma parte no crescimento da igreja naquilo que podia e sabia fazer e a igreja a honrou por isso, mesmo depois de sua morte. As roupas que Dorcas fizera não estavam vestindo pessoas de posses, mas a viúvas necessitadas. O cuidado de Deus se mostrara visível às pessoas pelas mãos de Dorcas, uma mulher que na sua simplicidade e amor, era surpreendente. Irmãs sejam servas como Dorcas.

Com amor, Pr. Hélio (secretário presbiterial SAF - 2007).

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...