O Bom pastor e seus comentários

O Bom pastor e seus comentários

quarta-feira, 5 de setembro de 2018

A Armadura de Deus (1ª parte) - Efésios 6.14-17




Pastoral: A Armadura de Deus (Efésios 6.14-17)



Por que muitos crentes ignoram os ensinamentos bíblicos quanto à armadura de Deus? Porque muitos crentes conhecem pouco da Palavra de Deus, outros tantos duvidam da visível atuação de Deus, muitos a ignoram, outros porque julgam ser um exagero de Paulo na sua linguagem, outros acham que essa época já passou, alguns por pura negligência mesmo, e outros mais, por causa de já terem sofrido tantas derrotas que já estão praticamente inutilizados em sua espiritualidade pelo inimigo.


  Por outro lado, há daqueles que estão lutando desesperadamente, mas com as armas que não são bíblicas. 


    A exortação de Paulo é para que deixemos de ser passivos e tomemos posse das armas espirituais que em Cristo Deus coloca à nossa disposição. É a armadura de Deus que nos permitirá resistir no dia mal, conduzir-nos à vitória e garantir a nossa permanência inabalável na fé.


          Paulo não está falando de armas físicas que devemos usar, mas de armas espirituais. Seu objetivo não é que usemos de fato um cinto, uma couraça, calcemos um par de caligas romanas (sandálias), embracemos um escudo longo, coloquemos um capacete e portemos um gládio (espada curta romana). Seu intento é que saibamos utilizar na batalha espiritual os recursos espirituais que Deus, por meio de Cristo e do Espírito Santo colocou à nossa disposição. Ela fala de ser firmes na verdade, confiar na proteção da justiça de Cristo, proclamar o evangelho da paz, resistirmos ao inimigo pela fé, proteger nossas mentes com a segurança da salvação e manejar bem a palavra da verdade.


          Porque ele fala assim?


          O cinto da verdade nos lembra que é a verdade que sustenta as nossas vidas. A verdade para o cristianismo é um elemento de libertação (Jo 8.32). “Se estamos duvidosos quanto à verdade revelada (nas Escrituras), não teremos muitas condições de defesa e ataque”. (Russel P. Shedd).


A couraça da justiça é uma referência à justificação de nossos pecados por Cristo na cruz, ou seja, do perdão dos pecados e da entrada em um relacionamento correto com Deus por meio de Jesus Cristo, reconciliando-nos com Ele. Vestir a couraça significa evitar a justiça própria e confiar exclusivamente na Justiça de Cristo (Fp 3.9,10) para nutrir e manter vivo nosso relacionamento pessoal com Deus. Confiar no moralismo, no legalismo, na opinião pública para dirigir nossa comunhão com Deus, separadamente da justiça de Cristo, é prova cabal de nossa ignorância quanto ao Evangelho da salvação. Somente um relacionamento direto para com Deus nos protegerá de qualquer ataque fatal do inimigo (Rm 8.1).


Ter sandálias nos pés significa prontidão e firmeza no trabalho cristão. Paz é consequência da justificação dos pecados (Rm 5.1). Isso significa dizer que o crente, em meio à luta espiritual que o cerca tem na sua alma a paz que só Jesus Cristo pode dar (Jo 16.33).


Como usar o cinto da verdade?

Tome o propósito de não mentir mais, não exagerar as coisas, não tentar esconder de Deus aquilo que não se esconde; não tente representar nada, assumindo um papel que não é seu. Troque a mentira pela verdade, a malícia pela sinceridade, a hipocrisia pela autenticidade e o cinto estará em você.


Como usar a couraça da justiça?

Ande com Deus, confie em Deus, descanse Nele e agrade-se Dele como o primeiro em sua vida (Sl 37.1-11). Não simule consagração, mas, seja de fato consagrado. Cultive tudo aquilo que te coloca direto na presença do Pai; A oração e a leitura diária da Palavra são o melhor começo. Uma vida correta e honesta em todos os seus negócios e afazeres é o espelho justo e adequado dessa postura.


Como usar as sandálias do Evangelho da paz?

Onde quer que vá, fale de Jesus. Onde quer que esteja fale de Jesus. Saia do comodismo tranquilo e irresponsável que é a poltrona diante da televisão ou uma vida noturna mais ativa que sua participação na igreja e fale de Jesus. Fale de Jesus ao seu amigo para quem deu carona: para amiga vizinha com quem trocou alguns ovos e receitas; para o colega que tirou uma nota baixa e recebeu reprovação dos pais e professores. Tire tempo para andar falando do Reino como Jesus fez, e você estará usando as sandálias. 


Satanás não poderá te derrotar assim! Com amor, Pr. Hélio.



                                            (continua na próxima postagem)

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...