O Bom pastor e seus comentários

O Bom pastor e seus comentários

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

As Crônicas de Nárnia - A Viagem do Peregrino da Alvorada



A Viagem do Peregrino da Alvorada
– Uma Breve Avaliação.


Está em cartaz o terceiro filme da série Crônicas de Nárnia: A Viagem do Peregrino da Alvorada. Agora sob a produção da 20th Century Fox, uma vez que a Disney abandonou o projeto por concluir que não dava o lucro esperado. Os filmes são baseados nas sete Crônicas de C. S. Lewis sobre uma terra fabulosa chamada Nárnia onde o Leão Aslam representa Deus.
Embora o livro original publicado em 1952 fosse o terceiro da série, pela ordem de leitura é o volume número cinco (como foi publicado em português). A história tem como pano de fundo a Inglaterra da Segunda Guerra Mundial. Esse filme te fará pensar em pelo menos três verdades bíblicas:

1. Todos temos de enfrentar nossos próprios medos e cobiças; e eles se manifestam contra nós principalmente na forma de tentações. Querer ser quem não somos; Querer ter o que não podemos; achar que somos mais do que realmente somos; são fontes de constantes tentações e podem colocar tudo a perder na nossa vida. Só é possível vence-los se ouvirmos as instruções de Aslam e não abandoná-las. Deus nos instrui e adverte através de sua Palavra (Js 1.8).

2. Devemos viver todas as nossas aventuras do/no presente sem deixar esfriar nossa esperança de viver na terra de Aslam. Devemos pensar nas coisas lá de cima (Cl 3.1-6) e viver nossa vida hoje pela expectativa do que e de onde nos encontraremos amanhã. Ripichipi nos mostra que sempre valerá a pena trocar o que temos aqui pelo que nos aguarda lá.

3. Somos peregrinos e para tudo precisamos da ajuda de Aslam. Não conseguimos deixar de ser dragões se Aslam não nos libertar deles; não podemos vencer as trevas se Aslam não nos encontrar na escuridão; não realizaremos nossos sonhos se Aslam não aparecer, trazer consigo a verdadeira alegria e nos ajudar a ser realistas quanto às nossas expectativas. A peregrinação terminará um dia; e como chegaremos lá? (I Jo 2.27,28).

4. Existem mais, descubra algumas você mesmo...

Três cenas cativantes:
1. O alerta de Aslam a Lúcia através do espelho. Isso nos lembra o perigo das cobiças e das tentações. O choro de Lúcia a seguir nos lembra o arrependimento.

2. Eustáquio arranhando sua pele pedindo a Aslam para deixar de ser dragão. Isso lembra o quanto estamos presos à nossa natureza decaída, o quanto precisamos da ação de Deus para nos livrar dela e o que significa o novo nascimento. Deixar de ser dragão significa nos tornarmos, pela mão de Deus, pessoas melhores.

3. A prontidão de Ripichipi ao tomar seu barquinho para a terra de Aslam. Isso nos lembra a certeza da salvação e o cerne da esperança cristã. O céu é um lugar muito melhor que a terra; a vida no porvir é melhor que a vida no presente.

Não deixe de ler o livro e de assistir o filme. Vale a pena!
Com amor, Pr. Hélio.

Hélio O. Silva = 17/12/2010.

2 comentários:

delki8 disse...

Agradeço muito a contribuição, são todos pontos de extrema relevância no filme(que é um belo filme). Acho que eu fiquei irritado com a forma como algumas coisas foram colocadas no filme, mas estou agradecido pela sua passagem lá no blog e até mais Pr.

Rev. Hélio O. Silva disse...

na verdade eu até gostei do não-estou-no-livro-névoa verde.
abs.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...