O Bom pastor e seus comentários

O Bom pastor e seus comentários

sexta-feira, 20 de outubro de 2017

Atos 26 = Persuasão




®   Atos 26: Persuasão.

A defesa construída por Paulo é seu próprio testemunho de conversão. Deus nos fez suas testemunhas e a essência de nossa mensagem e defesa perante toda e qualquer acusação é testemunhar Cristo. Cristo é a razão de tudo. Ele nos persuadiu com seu amor e se revelou a nós na nossa conversão.

Paulo foi persuadido na estrada de Damasco e sua vida foi mudada de rumo completamente (v.14-16). O seu testemunho quase persuadiu o rei Agripa (v.26) e Paulo confessa seu intento de persuadir a todos os seus ouvintes ali naquele momento (v.29). Seu testemunho é totalmente intencional, visa defender sua integridade, mas, mais que isso, visa apresentar Cristo e levar os ouvintes à fé cristã.

Essa é a terceira vez em Atos que Lucas narra a conversão de Paulo (caps. 9, 22 e 26). No verso 14 ele acrescenta uma frase que o Senhor disse a Paulo que está ausente nos relatos anteriores: “Dura coisa é recalcitrares contra os aguilhões”, mostrando que o condutor final de nossas vidas e da história é Deus. Ele havia conduzido Paulo até à estrada de Damasco, e dali para a concretização de seu ministério e tudo o que fez na proclamação do evangelho por toda parte que pôde ir.

A soberana vocação é como um aguilhão de boiadeiro que espeta o gado que resiste em se deixar conduzir, assim como é uma mão que aperta o coração, constrangendo-o, apertando-o de todos os lados com o amor de Deus, o amor da cruz (2 Co 5.14)!

Deus é quem nos leva consigo (separai-me [separem para mim] – At 13.2). Para sermos seus e para fazermos a sua obra. Nunca nos envia sozinhos, mas sempre vai conosco como o pastor que conduz e cuida de suas ovelhas; como o boiadeiro que positivamente conduz seu gado pelos caminhos mais apropriados, sem deixar escapar os mais rebeldes.

O aguilhão que conduz a história não está nas mãos dos homens mais poderosos, nem dos mais sábios e muito menos dos mais ricos. Poder bélico, poder econômico e poder de persuasão humanos não são páreos para aquele que tem nas mãos todo o poder. Todos os poderes humanos quedam aos pés daquele que está acima de tudo e de todos!

Por outro lado, nosso poder de persuasão não parte da opressão que obriga os demais a curvarem-se. Nossa persuasão vem do amor que nos conquistou por sua verdade e veracidade, singeleza e simplicidade, pureza e santidade. Quando nossos olhos são abertos para o fato de Deus não é obscuro em suas ações, mas tem propósitos santos e justos a nosso respeito, quebranta-se o nosso coração; uma vez que não usa de expedientes opressivos para nos convencer, mas somente o poder constrangedor de seu obstinado amor por nós.

Nossa persuasão procede daquele que nos amou e se ofereceu graciosamente por nós sem reclamar da ignomínia que isso significaria para ele. Por seu amor, salvou-nos da escuridão. Essa é a nossa sabedoria, a nossa força e a nossa riqueza. 

Com Amor, Pr. Hélio.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...