O Bom pastor e seus comentários

O Bom pastor e seus comentários

quarta-feira, 14 de junho de 2017

Atos 17 = Três Cidades Diferentes

Tessalônica, Grécia

®   Atos 17: Três Cidades Diferentes.

Tessalônica. A fundação da igreja em Tessalônica é impressionante! Em apenas três semanas uma igreja foi plantada ali, e se tornou modelo para todas as igrejas da Macedônia e Acaia em apenas seis meses! Paulo simplesmente lhes expunha as Escrituras e arrazoava (respondia e fazia perguntas) com eles centralizando tudo em Cristo; na sua morte e na sua ressurreição dentre os mortos. A exposição da Palavra de Deus transformou suas vidas e repercutiu porque foi pregada no poder do Espírito e com convicção (1 Ts 1.5). Em Tessalônica, a fé se tornou operosa, o amor mostrou-se abnegado e a esperança construiu alicerce firme (1 Ts 1.2); fatos que tornam possível o reconhecimento público e notório de nossa eleição (1 Ts 1.4). Nessa cidade fomos chamados de “aqueles que têm transtornado o mundo!” (v.6).

Beréia ficou conhecida por sua nobre disposição de estudar as Escrituras. Eles ouviam à Palavra com avidez e examinavam as Escrituras todos os dias a fim de conferirem o conteúdo da pregação. Isso levou muitos à fé. Chamou a atenção de Lucas o grande número de conversões entre os homens e a conversão de mulheres de alta posição (v.12). Aqui aprendemos que o estudo diário das Escrituras enobrece a nossa fé e nos torna mais atentos à verdade! Aprendemos também que o tempo investido no conhecimento das Escrituras trás de volta dividendos espirituais incalculáveis por causa da profundidade em que estabelecemos os nossos alicerces.

Em Atenas temos o discurso mais acadêmico de Paulo em todo o livro de Atos. O Evangelho é apresentado, confronta e é confrontado no centro intelectual do Império. É importante observar que nas cidades mais intelectualizadas é que a idolatria se torna mais aparente e tanto mais dominante e revoltante (v.16). Mais uma vez, a doutrina da ressurreição é o divisor de águas entre a fé e o racionalismo incrédulo. Houve poucas conversões, mas elas ocorreram, pois a salvação é pela graça e não pelo conhecimento. Um funcionário público importante, Dâmaris e outros mais. Fica evidente que a apologética cristã não pode ser ingênua ao ponto de crer que basta a robustez intelectual da verdade para conduzir os estudiosos à fé, pois a fé é tanto histórica quanto sobrenatural e somente aqueles nos quais a graça trabalhar sobrenaturalmente é que se renderão a Cristo e abraçarão o evangelho. Nossos argumentos intelectuais mais robustos em favor do evangelho sempre dependerão da ação irresistível da graça de Deus operada pelo poder sobrenatural do Espírito Santo!

Cidades diferentes com reações diferenciadas ao Evangelho. Nas duas primeiras a perseguição veio dos judeus, o que não ocorreu em Atenas. Ali houve desdém, indiferença e menosprezo por parte da intelectualidade. Nada de novo para nós do século XXI. O que importa é continuar lançando as redes e pescando peixes de todas as espécies!
                                                                                    Com amor, Pr. Helio.


Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...