O Bom pastor e seus comentários

O Bom pastor e seus comentários

quarta-feira, 22 de junho de 2016

Crescimento Consistente - 2 Pedro 3.15,16


Rev. Helio O. Silva = Crescimento Consistente (2 Pedro 3.15,16)

         É um fato da vida cristã que cresceremos na fé se praticarmos uma leitura mais consistente das Escrituras. Vez por outra, os autores bíblicos nos alertam para mantermos uma postura mais ativa no estudo das Escrituras (Mt 22.29; Jo 5.39; Jo 7.17; 1 Co 3.1,2; Hb 5.11-14). Pedro alerta seus leitores a não serem ingênuos na sua leitura da Bíblia, pois os falsos mestres deturpam o seu ensino buscando tirar vantagens pessoais dela e que cristãos instáveis a aplicam mal decisões erradas baseados em interpretações ingênuas, incompletas e equivocadas mesmo (2 Pe 3.15).

PRECISAMOS TER TODO O CUIDADO AO ABORDAR AS ESCRITURAS DE FORMA CORRETA. Paulo fala em Romanos de deturpadores da doutrina da justificação. Em 1 Coríntios denuncia os que deturpavam a doutrina da ressurreição. Em 2 Tessalonicenses desmascara os que ensinavam que a ressurreição já havia ocorrido. 
Qual é a maneira correta de lermos a Bíblia?

a)    Ler a Bíblia cuidadosa e aplicadamente.
Não devemos ser apressados ou desatentos; nem torcer os ensinos bíblicos. Lucas disse que para testemunhar corretamente o evangelho às pessoas ele fez uma “acurada investigação” a fim de que elas tivessem “plena certeza das verdades” bíblicas (Lc 1.3,4).

b)    Ler a Bíblia como um todo.
Não ler apenas pequenas porções ou textos preferidos, mas ler a Bíblia toda, em sua inteireza. Procure compreender a mensagem de cada livro e por que é assim.

c)     Ler a Bíblia com honestidade e mente aberta.
Não podemos ler a Bíblia para conformá-la a nós, mas para nos conformarmos a ela. É muito perigoso vir às Escrituras tomados de pressupostos, ideias e intenções particulares.

d)    Ler a Bíblia com espírito humilde e prontidão para aprender.
Pedro é um exemplo disso. Foi confrontado por Paulo publicamente em Antioquia e desmascarado em seu erro (Gl 2). Agora reconhece a utilidade e biblicidade dos escritos e ensinos de Paulo. Devemos ir à Bíblia com a simplicidade de uma criança dispostos a reformar nossas vidas e escolhas pelo seu ensino divino.

e)     Ler a Bíblia com atitude de oração.
Essa atitude nos dá conta de nossa fragilidade intelectual e da grandiosidade da revelação divina e da nossa tendência de não se deixar governar por Deus. Devemos orar ao iniciar nossa leitura cotidiana e depois de terminar. Nossa oração deve ser súplice e reverente a fim de recebermos unção e conhecimento da santidade divina.

Crentes que conhecem a Bíblia não vivem caindo, vacilando e debandando da fé. Crentes que conhecem a Bíblia enfrentam com maturidade o sarcasmo e a hipocrisia dos falsos mestres e falsos cristãos. Crentes que amam e conhecem a Bíblia são tanto reverentes quanto diligentes no seu estudo, na pregação e no testemunho pessoal do evangelho.

Um cântico que aprendi no passado ilustra isso magistralmente: “O bom cristão tem a Bíblia na mão; tem a Bíblia na mente e no coração”. Com amor, Pr. Helio.


Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...