O Bom pastor e seus comentários

O Bom pastor e seus comentários

sexta-feira, 28 de março de 2014

17 = 1 Timóteo 6.11-16 - Instrução ao Homem de Deus


------------------------------------------------------------------------------------------------------
 Primeira Igreja Presbiteriana de Goiânia-GO
17 = 1 Timóteo 6.11-16 – Instrução ao Homem de Deus. 08/01/2014.
Grupo de Estudo do Centro – Agosto a Dezembro/2013
Liderança: Pr. Hélio O. Silva e Sem. Adair Batista.
-------------------------------------------------------------------------------------------------------
A Mensagem de1 Timóteo – A Vida na Igreja Local – John R. W. Stott, ABU, p.157-163.
---------------------------------------------------------------------------------------------------------

Introdução:
Paulo aplica a Timóteo o título de “homem de Deus”. No Antigo Testamento foi aplicado a Moisés (Dt 33.1); Samuel (1 Sm 9.6); Davi (Ne 12.24,36); Semaías (1 Rs 12.22); Elias (1 Rs 17.18) Eliseu (2 Rs 4.7) por exemplo. No Novo Testamento a outra única vez em que esse título é usado é aplicado a todo cristão maduro apto e plenamente preparado para toda boa obra (2 Tm 3.17).
Paulo dirige três instruções a Timóteo em forma de apelo:

   1.     Um apelo ético (v.11).
   a)    Buscar seis virtudes.
®   Justiça e Piedade.
®   Fé e amor.
®   Perseverança e mansidão. A primeira é paciência em meio a circunstâncias difíceis; a segunda é paciência perante pessoas difíceis (p.158).

   b)    Aspecto positivo e negativo complementares.
®   Negativamente: Fugir do mal. Fugir de responsabilidades ou problemas é escapismo, mas fugir de um perigo real e do mal é bom senso.
®   Positivamente: Buscar a santidade. Devemos buscar a piedade da mesma forma que buscamos o sucesso! Gastando tempo, recursos e mente nesse projeto.

   2.     Um apelo doutrinário (v.12a).
®   Combater o bom combate da fé.
O combate da fé é a defesa do evangelho. Os falsos mestres s desviaram da fé, mas a igreja fiel se a apega a ela, pois é a verdade (2.4; 3.15; 4.3) e o bom depósito (6.20). A igreja deve lutar pela fé.
A luta é o combate (strateuô, strateia) de um soldado no campo de batalhas.
No que diz respeito à ética devemos fugir do mal e buscar a piedade, no que diz respeito à doutrina devemos evitar o erro e lutar ela verdade!” (p.159).
Todavia, lutar nunca será uma tarefa prazerosa para o verdadeiro servo de Deus, pois uma guerra ou uma batalha sempre será algo triste; todavia, sempre que a verdade for ameaçada por falsos mestres, defendê-la será nossa penosa responsabilidade e necessidade!

   3.     Um apelo por apropriação (v.12b).
A ênfase na vida eterna não está em sua duração, mas na sua qualidade, ela é vida de verdade, plena, completa, integral! Vida eterna é conhecer a Deus e a Cristo (Jo 17.3); é a vida que está por vir, com a chegada do rei.
Timóteo deve se apropriar cada dia mais dessa vida que ele já recebeu quando creu em Cristo e que foi atestada também na sua ordenação ministerial.

   4.     As bases do apelo (v.13-16).
   a)    A presença de Deus.
Deus está presente e todos nós estamos diante dele o tempo todo. Por isso o testemunho de Timóteo e o nosso deve ser mantido imaculado e irrepreensível.

   b)    A vinda de Cristo.
Isso deve ocorrer até à manifestação de Cristo, ou seja, sua volta. Ela se cumprirá no tempo devido de acordo com o cronograma de Deus e não o nosso.
Há quatro verdades sobre o poder soberano de Deus:
   1.     Deus é invencível; não está ao alcance de nenhuma interferência humana.
   2.     Deus é imortal; não sujeito a mudanças temporais ou pela degradação da idade.
   3.     Deus é inalcançável; está além do alcance de pecadores e do pecado.
   4.     Deus é invisível; inacessível a qualquer tipo de percepção humana.

Aplicações:
   1.     Nosso desafio mais sério e guardar imaculado o nosso testemunho: Cuidar da doutrina e de nós mesmos.

   2.     Devemos buscar a piedade com a mesma força que buscamos sucesso nessa vida

   3.     Devemos depositar nossa confiança no poder soberano de Deus. Ele fará o que prometeu.


   Obs: Infelizmente não será possível publicar as exposições 14, 15 e 16 por enquanto.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...