O Bom pastor e seus comentários

O Bom pastor e seus comentários

sábado, 7 de abril de 2018

Efésios 4.17-21 = Comportamento cristão Apropriado: Puro ou Impuro?



Comportamento Cristão Apropriado: Puro ou Impuro? (Efésios 4.17-21).



Paulo se refere aos princípios de conduta não baseados na palavra revelada por Deus em Cristo e nas escrituras. Como os gentios que não conhecem a Deus se comportam? Eles andam na vaidade dos próprios pensamentos, são obscurecidos de entendimento e alheios à vida de Deus.


Vaidade, entendimento obscurecido e alienação são intermediados por ignorância e dureza de coração. Seu comportamento é assim por causa do modo como a sua mente funciona, afastando-se cada vez mais de Deus por causa do amor que colocam em si mesmos e nas coisas que desejam possuir mais do que tudo. Alienação é separação, manter um sistema de vida paralelo e ilusório sem perceber ou desejar o outro que é possível, e no caso da fé, melhor. Esse comportamento triplo é deliberado, escolhido como o mais desejável!


Eles são insensíveis e entregues à dissolução. Isso leva à insensibilidade moral declarada. Eles caminham na direção oposta àquilo que realmente é bom. Eles dizem que viver em santidade é como viver a vida em preto e branco, e que o colorido está na experimentação de novas coisas, novas sensações e novos sabores. Paulo diz que viver assim é não ter o controle de suas vidas, antes abraçar a nulidade.


O objetivo deles é ficar livres para praticarem todo tipo de impureza com avidez. Para eles, praticar a impureza é comportalmente bom e desejável. Nossos roqueiros de plantão e cantores da MPB cantam que “tudo o que é bom é ilegal, imoral e engorda” (Cazuza). Destaca-se o fato de que a impureza tem um cardápio bem variado “todo tipo” e que deve ser experimentado com avidez (pleno de desejo). O mundo quer uma vida sem freios: “Eu vou deixar a vida me levar!”


Por que nosso comportamento não pode ser assim? Porque Não foi assim que fomos discipulados por Cristo (20,21).


O evangelho, por outro lado, nos encaminha noutra direção, a da santidade, a da pureza. Paulo faz um forte contraste: “Mas vós”, apontando para as diferenças entre ambos comportamentos e caminhos.


Os três verbos principais são: Aprender, ouvir e ser instruído, todos no tempo aoristo (passado definitivo). Tudo na vida começa com a doutrina, com o que aprendemos de Cristo. “Aprender” refere-se ao aprendizado de um discípulo, de um aluno.


Observem que diferentemente deles, Aprendemos a Cristo... Temos ouvido... e fomos instruídos segundo é a verdade nele. Essa instrução se baseia “na verdade”, não “na vaidade”. A verdade é Cristo e seu evangelho como revelação especial de Deus. Ouvir a Cristo é aprender a Cristo e nele ser instruído. Cristo é o conteúdo de nosso aprendizado e, também, da vida cristã. Paulo tem por certo que isso já aconteceu quando nos tornamos seus discípulos.

Olhe para o seu guarda-roupa comportamental; não está na hora de fazer uma limpeza?


                                                                        Com amor, Pr. Helio.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...