O Bom pastor e seus comentários

O Bom pastor e seus comentários

quarta-feira, 20 de julho de 2016

Membro da Igreja: Ser Ou Não Ser?!


Membro da Igreja: Ser ou Não Ser?!
Helio O. Silva – 20/07/2016.

         Assim como Mateus 18.10-14 nos ensina que devemos dar valor às estatísticas da igreja, porque é importante e para conferir e não esquecer, da mesma forma a questão do ser membro de uma igreja é importante. É triste na noite da celebração da ceia observar irmãos e irmãs que se omitem da participação no pão e no cálice porque não são membros de nenhuma igreja! Essa situação entristece e preocupa.

1º) Omitir-se dos sacramentos é desobediência ao Senhor a quem dizemos amar. Receber o batismo e tornar-se membro da igreja é um mandamento bíblico de Cristo, pois todo o que crer e for batizado será salvo (Mc 16.16). O batismo por si só não salva, mas ele faz parte da nossa salvação como ato de obediência ao Salvador que determinou à igreja batizar os que forem salvos.

2º) Omitir-se dos sacramentos é colocar-se à margem das promessas de bênçãos ligadas a eles. Um sacramento é um sinal visível e sensível de uma graça real, porém invisível operada nos corações dos crentes pelo Espírito Santo. Se não há aceitação e participação nos sacramentos devemos entender que a graça não foi operada no coração? Cremos que os sacramentos comunicam aquilo que significam. Logo o batismo comunica a entrada na nova vida em Cristo e a ceia comunica, dentre outras coisas, a comunhão com o salvador até que ele venha! Se cremos assim, por que omitir-se?

3º) Omitir-se dos sacramentos aponta para a rejeição da jurisdição espiritual da Igreja no pastoreio de nossa fé. A jurisdição da igreja é exercida pela liderança no uso dos ofícios determinados por Cristo à igreja. Os oficiais devem zelar para que as marcas de uma verdadeira igreja sejam visíveis e atuantes no mundo, quais sejam: A fiel pregação da Palavra, a fiel ministração dos sacramentos e a piedosa aplicação da disciplina sobre os faltosos. A jurisdição dos ofícios é pastoral, pois visa conduzir, alimentar e guardar os membros afiliados da igreja na paz do evangelho. Paulo nos diz que comparecermos à celebração dos sacramentos devemos fazer autoexame de nossa fé e participar, não nos omitir (1 Co 11.27-32). Discernir o corpo é entender a natureza espiritual da Igreja e viver de acordo, não omitir-se. O autoexame visa colocar-nos debaixo da disciplina de Deus (ensino e correção) não acobertar a decisão da omissão! Quando julgamos a nós mesmos somos disciplinados pelo Senhor “para não sermos condenados com o mundo”. Será correto entender que omissão nos coloca à mercê da condenação com o mundo?

Os sacramentos são para o fortalecimento de nossa fé, não para a exposição de nossas fraquezas, logo são um convite à consagração, à participação e ao amadurecimento de nossa relação espiritual com Deus e com os irmãos.

Assim, convocamos a todos os irmãos, que tem sistematicamente se omitido da participação nos sacramentos, a reconstruírem seus conceitos quanto aos mesmos segundo as Escrituras, para entrarem num novo tempo de bênçãos na presença do Senhor, que nos chama para dentro de sua comunhão e de uma alegria completa. (1 Co 1.9; 1 Jo 1.3,4).  

Com amor, Pr. Helio.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...