O Bom pastor e seus comentários

O Bom pastor e seus comentários

quinta-feira, 16 de outubro de 2014

Quatro Fatores Decisivos Para a Implantação da Igreja Presbiteriana do Brasil em Goiás

Igreja Presbiteriana de Piracanjuba - 100 anos

Quatro Fatores Decisivos Para a Implantação
da Igreja Presbiteriana do Brasil em Goiás

Nesse mês comemoram-se os 100 anos da implantação definitiva da IPB em Goiás. O Presbitério de Minas Gerais iniciou um trabalho evangelístico em Pouso Alto (Piracanjuba) em 10/1914 o qual foi consolidado pela liderança do Rev. Teodomiro Emerich quando assumiu o campo de Araguari-MG em 1915. Avaliando a nossa história, é possível apontar quatro fatores históricos fundamentais para a chegada e definitiva implantação da IPB em nosso estado:

1º) O trabalho dos colportores bíblicos no século XIX. 
Eles viajavam por todo o território nacional vendendo e distribuindo as Escrituras de fazenda em fazenda, de casa em casa, batendo de porta em porta. A história de um senhor que havia adquirido as escrituras no Rio de Janeiro, mudando-se para Paracatu-MG e depois para Santa Luzia de Goias, atraiu a atenção do Rev. John Boyle que encontrou essa família em 1884, fundando a igreja de Santa Luzia (No cisma de 1903 ficou com a IPI, deixando Goiás sem trabalho presbiteriano por 11 anos). Os missionários seguiram os rastros luminosos das conversões produzidas pela simples leitura das escrituras em muitas localidades.

2º) O Ministério do Rev. John Boyle. 
Ele veio a Goiás e visitou várias localidades em 1884, 1886 e pela última vez em 1888, quando por três meses pregou em várias cidades Goianas. Nessa última viagem trocou conversa com o Bispo de Goiás. “_ O protestantismo não pegava em Goiás”. Boyle respondeu: “_ Pegou no Rio e em São Paulo; está pegando em todo lugar; vai pegar em Goiás também”.

3º) A Aprovação do Plano Brasil em 1917. 
Esse plano determinava a saída dos missionários americanos dos presbitérios já consolidados da IPB, permitindo às Missões presbiterianas atuantes no Brasil, dedicarem-se com mais atenção ao trabalho no interior do Brasil. Foi assim que as Missões puderam fixar sua atenção em Goiás.

4º) O Trabalho das Missões Brasil Central e Oeste do Brasil. 
A Missão Brasil Central plantou igrejas em quase todo sudoeste goiano, destacando-se as igrejas de Rio Verde e Jataí. A Missão Oeste do Brasil assumiu o campo de Goiás em 1924, inclusive Piracanjuba e plantou a Primeira Igreja de Goiânia; e continuou seguindo em direção ao norte pelo leito recém aberto da BR 153, destacando-se as igrejas de Anápolis, Ceres, Rialma, Uruaçu, Porangatu, alcançando  também o estado do Tocantins. Além dessas foram importantes as igrejas de Uruana, Waldelândia (que não existe mais) e Goianésia.

Alguns nomes precisam ser mencionados nessa trajetória: Revs. Teodomiro Emerich e Alberto Zanon (Presbitério de Minas), Ashman Clarke Salley, Donaldo F. Schroeder (MBC), David Lee Willianson, Jaime Woodson, Reichardt Taylor e Robert Kamenisch, Etelberto Gartrell (MOB); O incansável evangelista Waldemar Rose (MOB); A Missionária Martha Little (MOB) e o saudoso Rev. Aristeu de Oliveira Pires (PANA).


As instituições mais importantes da IPB nessa região são: O Hospital Gordon (Rio Verde); o IPE (Goiânia), o ISG (Jataí) e a Escola Presbiteriana de Porangatu.
Com amor, Pr. Hélio (16/10/2014).

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...